Sejam bem-vindos a nave louca do nosso casamento!

Por essa você não esperava heim!

Sejam todos muito bem-vindos a página do nosso casamento. Ebaaaaa! 

Montamos essa página só pra ganhar presentes dos amigos, essa é a grande verdade. Pode clicar ali em Lista de Presentes se não quiser ler isso tudo (não vai sair em filme, nem versão dublada).

Mas já que tem que completar esse site se não ele não vai pro ar e se mandar ele muito incompleto vai parecer uma coisa interesseira, resolvemos tagarelar um pouco sobre esse momento tão especial de nossas vidas que é nosso casamento. 

Antes de prosseguir prepraramos um FAQ com perguntas e respostas que estamos enfrentando com frequência, assim fica mais fácil de vocês entenderem essa história toda de casamento daqui a alguns dias.

1.Mas como assim vocês vão casar de repente?

Não, a gente não vai casar assim "tão de repente". Já estava tudo certo que casaríamos esse ano (2016) desde dezembro do ano passado. Diria que tivemos um hiato de indefinição quanto a data de 4 meses, mas quando decidimos colocar em prática não queriamos que isso levasse mais um ano e sim dois meses. 

2.A Marina está grávida?

Apesar do rebento ser um grande desejo em comum de nós dois, a resposta é não. A Marina não está grávida. Não estamos casando por causa disso. Na verdade a natureza de celebração que imaginamos é muito mais tranquila de se colocar de pé em pouco tempo, não precisamos mais do que dois meses pra executar um plano que já tinhamos desde o ano passado. 

3.O Diego vai ser transferido de país?

Apesar de esse ser outro grande desejo nosso, nós não iremos mudar de país agora. Não está nos nossos planos isso para um futuro próximo, mas para um futuro de médio/longo prazo. De qualquer maneira o casamento não envolve nenhuma questão laboral ou de cidadania envolvendo o Diego.

4.Mas por que junho? É frio gente! 

O mês de junho astrologicamente é muito interessante quando consultamos a sinastria do nosso mapa astral e a data está exatamente entre o aniversário do casal. 

5.Onde vai ser o casamento religioso?

Nossa união não será realizada dentro de uma tradição religiosa ou ritual específico, se não com exceção dentro do único, mais importante e universal rito ecumênico de celebração ao amor, que é estar junto com aqueles que mais amamos e consideramos importantes nessa jornada de vida que tivemos até aqui. Mas fica nosso convite a todos nossos amigos (católicos, evangélicos, budistas, hinduístas, umbandistas, espiritas, ateus e agnósticos a fecharem seus olhos e elevarem sua consciência e intenções nos votos de prosperidade, felicidade, saúde, fluidez, harmonia, poder da união, respeito, admiração, carinho e sobretudo no amor. O poder da intenção individual de cada um de vocês todos será muito importante na nossa vida de casal.

6.Tudo bem, já que não vai ter padre e igreja. Vai ter festa pelo menos?

Olha, vai ter um juiz de paz celebrando a assinatura do contrato social do casamento, uma refeição conhecida como almoço será servida e depois disso uma celebração com música dançante entre pessoas muito próximas que se conhecem ao som de um profissional conhecido como Disc Jóquei será proporcionado. Tudo isso será acompanhado por alguns rapazes servindo bebidas alcoolicas. Se isso for considerado uma festa, sim, teremos uma festa.

7. E por que estou lendo isso tudo e não fui convidado?

Se você chegou até aqui e descobriu que não foi convidado, pedimos as mais sinceras desculpas pelo tempo gasto lendo todo esse texto e ter despertado esse sentimento horrível de sentir-se preterido. Nunca foi essa nossa intenção. Muitas coisas aconteceram em nossas vidas pessoais nos últimos meses, o que mudou completamente nossos planos de dar uma festa pra centenas e reduzimos pra dezenas. Para não cancelar de vez o nosso casamento ou postergar muito uma decisão que já tinha sido tomada em dezembro do ano passado, apenas mudamos o formato. Estamos fazendo uma celebração para familia e amigos muito próximos literalmente dentro de casa. Não conseguiriamos fazer algo maior nesse atual momento de nossas vidas e esperamos a compreensão como uma forma de carinho que temos por todos aqueles que não estarão presente, mas que de alguma maneira foram e são importantes em nossas vidas.

8 - Gente, entrei na lista de presente de vocês e não tem quase nada pra casa. Que casamento é esse?

Calma, para quem não sabe estamos morando juntos há alguns meses (7 pra ser mais preciso). Nós dois já tinhamos casas solteiras razoavelmente montadas quando resolvemos "juntar os trapos". Então não estamos começando do zero nessa área da vida. Já a nossa lua de mel, essa sim precisa de um incremento. Então se você quiser nos presentear com algo marcante, nos dê alguma das opções (tem para todos os bolsos) que estão disponiveis nesse site. Pimp-My-Honeymoon! 

Bom pessoal, é isso.

Qualquer dúvida mais cabeluda ou capciosa vocês sabem como nos encontrar!